O Sindicato APEOC segue defendendo o investimento do precatório do FUNDEF na valorização dos professores e da Educação Pública. Esta semana, a direção cumpriu agenda de reuniões com professores para esclarecer sobre as ações judiciais nos municípios de Paracuru e Itaiçaba.

Paracuru

O Sindica

Caso FUNDEF Sindicato APEOC realiza encontros em Paracuru.2 300x
  • APEOC
  • Twitter
  • Google+
  • Gmail
to APEOC promoveu uma reunião com os professores da rede municipal de Paracuru na manhã desta sexta-feira (20). O vice-presidente da entidade, Reginaldo Pinheiro, estava acompanhado do consultor jurídico, Ítalo Bezerra, e do representante do Sindicato na cidade, José Eudásio.  O tema principal do encontro foi o pagamento do precatório do FUNDEF. A Prefeitura entrou com ação judicial em 2004 para receber a diferença dos valores do antigo FUNDEF não pagos pela União ao município. O precatório a receber é estimado em R$ 28 milhões.

Na ocasião, também foram esclarecidas as dúvidas sobre a reformulação do plano de carreiras dos profissionais do magistério do município.

Itaiçaba

No município de Itaiçaba, a reunião entre professores e o Sindicato APEOC foi nesta quinta-feira (19). O vice-presidente, Reginaldo Pinheiro, também esclareceu sobre o pagamento do FUNDEF e tirou dúvidas sobre a ação judicial referente ao precatório.  A Prefeitura entrou com ação contra o Governo Federal no dia 19 de fevereiro de 2004 para receber a diferença dos valores não pagos do antigo FUNDEF pela União. O valor a receber é de quase R$ 6 milhões.