A atuação do Sindicato APEOC na luta pelo repasse dos precatórios do Fundef aos professores do Ceará continua resultando em respostas positivas para a categoria. Na manhã desta quinta-feira (01), o presidente da entidade, Anizio Melo, o vice-presidente, Reginaldo Pinheiro, e o assessor Roque Melo reuniram-se com o representante municipal da cidade de Santana do Cariri, Vital Nunes da Rocha, para tratar do pagamento do precatório do Fundef aos professores da cidade.

Santana do Cariri já ganhou, junto à Justiça, o direito ao recebimento da diferença do FUNDEF, correspondente ao período de 1999 a 2006. O valor total estimado a receber é de cerca de R$ 21 milhões.

Durante a reunião, o presidente, Anízio Melo, reforçou o papel do Sindicato em defesa do pleito dos trabalhadores e destacou a competência jurídica da entidade na defesa pela destinação dos precatórios aos docentes. No caso de Santana do Cariri, a prefeita Daniele de Abreu Machado já sinalizou que repassaria 60% dos recursos do fundo para os professores, como sugere o sindicato APEOC. O sindicato se reunirá com a gestora para confirmar o compromisso. Para esclarecer a situação aos docentes da região, ficou decidida a realização de uma plenária para o dia 10 de setembro no município.

 

Atuação eficaz do Sindicato APEOC

Graças à articulação jurídica preparada pelo Sindicato APEOC, nove cidades do estado já confirmaram a destinação de 60% dos recursos do Fundef aos professores. Itaiçaba, Aratuba, Aracoiaba, Itapiúna, Ibicuitinga, Paracuru, Icó, Jucás e Forquilha garantiram o direito dos professores após pressão do Sindicato APEOC. A atuação do Sindicato na luta pelo repasse do Fundef aos docentes já serve de modelo para outros sindicatos do Nordeste, que também brigam pelo direito da categoria aos recursos do fundo.

Reajuste salarial

O Sindicato APEOC também irá cobrar junto à Prefeitura de Santana do Cariri o direito dos professores ao acréscimo dado em 2015. Até o momento, o valor ainda não foi incorporado ao vencimento-base dos docentes.