Representantes do Sindicato APEOC se reuniram nesta terça-feira (08) com o prefeito de Canindé, Francisco Celso Secundino, para tratar do repasse do precatório do Fundef aos professores municipais.

Além do prefeito, estiveram presentes no encontro Reginaldo Pinheiro, vice-presidente do Sindicato APEOC; Kim Lopes, assessor político da entidade; Conceição de Maria Sousa, representante da APEOC em Canindé; José Costa e Paulo Anderson Pereira, representantes do Sindicato dos Professores Municipais de Canindé (Sinprosec); e Antônia Aurenize Santiago, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

O assunto abordado foi o acordo assinado pela prefeitura, já protocolado em ação civil pública movida pelo Sindicato APEOC contra Canindé, que garante a aplicação do precatório do Fundef na Educação, sendo 60% para o Magistério. Uma comissão foi composta para acompanhar a ação e se reunirá às terças e quintas, das 14h às 17h, na própria sede da Prefeitura Municipal.

Assembleia

Uma assembleia ocorrida nesta segunda-feira (07), organizada em conjunto com outros sindicatos do município, contou com a participação de mais de 700 professores de Canindé. A categoria decidiu que a verba será dividida entre todos os profissionais do magistério. A previsão é que o precatório, no valor de R$ 75 milhões, seja pago em dezembro desse ano.