Contrato advogados

FILIADO FILIADO

VITÓRIA DO CEARÁ: UNIÃO PERDE E PRECATÓRIO DO FUNDEF VIRÁ PARA O CEARÁA nossa luta garantiu que cerca de 2 bilhões de reais chegarão ao Ceará, com aplicação obrigatória para a Educação. Fruto da luta do Sindicato APEOC, da CNTE e da Frente Norte/Nordeste, pela resistência, coragem, da grande capacidade jurídica e vontade política. Acompanhando hoje a sessão no STF o advogado da banca contrata pela APEOC, Dr. Marcus Yamakawa e e Geovane Freitas, presidente do SINTAB e membro da coordenação da Frente Norte/Nordeste em defesa da Educação.  Agora começará uma nova guerra, com uma grande batalha, para obrigar o governador do estado do Ceará a garantir aquilo que a APEOC defende como direito: 60% para a valorização do Magistério e 40% para manutenção da rede de ensino e pagamento de funcionários.  “Apesar de um dia triste, onde a Assembleia Legislativa negou o direito de participação dos servidores na apreciação da DEFORMA da Previdência Estadual, o Sindicato APEOC consegue derrotar o agravo da União e o Precatório do FUNDEF virá para o Ceará. Vamos encabeçar uma grande luta jurídica, orientamos nossos companheiros e companheiras a fortalecer nossa ação jurídica e fazer ao mesmo tempo a ação política”, afirmou Anizio Melo, presidente da APEOC e FETENE.

VITÓRIA DO CEARÁ: UNIÃO PERDE E PRECATÓRIO DO FUNDEF VIRÁ PARA O CEARÁA nossa luta garantiu que cerca de 2 bilhões de reais chegarão ao Ceará, com aplicação obrigatória para a Educação. Fruto da luta do Sindicato APEOC, da CNTE e da Frente Norte/Nordeste, pela resistência, coragem, da grande capacidade jurídica e vontade política. Acompanhando hoje a sessão no STF o advogado da banca contrata pela APEOC, Dr. Marcus Yamakawa e e Geovane Freitas, presidente do SINTAB e membro da coordenação da Frente Norte/Nordeste em defesa da Educação. Agora começará uma nova guerra, com uma grande batalha, para obrigar o governador do estado do Ceará a garantir aquilo que a APEOC defende como direito: 60% para a valorização do Magistério e 40% para manutenção da rede de ensino e pagamento de funcionários. “Apesar de um dia triste, onde a Assembleia Legislativa negou o direito de participação dos servidores na apreciação da DEFORMA da Previdência Estadual, o Sindicato APEOC consegue derrotar o agravo da União e o Precatório do FUNDEF virá para o Ceará. Vamos encabeçar uma grande luta jurídica, orientamos nossos companheiros e companheiras a fortalecer nossa ação jurídica e fazer ao mesmo tempo a ação política”, afirmou Anizio Melo, presidente da APEOC e FETENE.

A nossa luta garantiu que cerca de 2 bilhões de reais chegarão ao Ceará, com aplicação obrigatória para a Educação. Fruto da luta do Sindicato APEOC, da CNTE e da Frente Norte/Nordeste, pela resistência, coragem, da grande capacidade jurídica e vontade política.