FORQUILHA
Valor do precatório: R$ 13.420.988,63

Período referente da ação judicial: 2002 a 2006

Pagamento do precatório (previsão): Dezembro 2016

 

04/06/2016 – Nesse período, a Prefeitura tinha ganho na Justiça o direito ao precatório mas o dinheiro só seria depositado em dezembro de 2016. Com seis meses de antecedência, o Sindicato APEOC mobilizou os profissionais da Educação da cidade e exigiu, em uma audiência pública com a participação do prefeito Gerlásio Martins, que o precatório do Fundef fosse investido na valorização dos professores e da Educação do município. Graças à batalha da entidade, Gerlásio Martins se comprometeu com a tese do Sindicato APEOC;

12/04/2017 – Em abril de 2017, o dinheiro já tinha sido destinado à prefeitura mas a verba havia sido bloqueado pelo Tribunal de Contas dos Municípios para a devida aplicação na Educação e na valorização do Magistério. No dia 12 de abril, o Sindicato APEOC participou de uma audiência com a secretária de Educação de Forquilha, Mirterdan Loiola, para cobrar a definição do pagamento do precatório do Fundef aos servidores da rede municipal. Durante a audiência, foi eleita uma comissão para definir os critérios de pagamento da verba.

28/06/2017 – O presidente do Sindicato APEOC, Anizio Melo, participou de uma plenária para acertar  os últimos detalhes do acordo entre o Sindicato e a Prefeitura, para garantir o pagamento de 60% do precatório do Fundef aos professores da rede municipal. O prefeito Gerlásio Martins, professores e lideranças da cidade participaram do encontro.

04/07/2017 – O Sindicato APEOC e a Prefeitura de Forquilha assinaram o acordo que assegurou o repasse de 100% do precatório do Fundef para o Magistério. O documento foi assinado pelo presidente da APEOC, Anizio Melo, e pelo prefeito da cidade, Gerlásio Martins. A secretária de Educação do município, Mirterdan Dias, subscreveu o acordo que foi posteriormente homologado na Justiça Federal para garantir o desbloqueio do recurso e o pagamento aos professores.

09/11/2017 – Vitória da categoria! Após muita negociação, o Sindicato APEOC garantiu que 60% do precatório do Fundef irá para os educadores. A verba de R$ 6.627.618,15 começou a ser paga e contemplará cerca de 550 profissionais da educação do município.