Os profissionais da Educação de Catarina conquistaram mais uma vitória no processo do precatório do Fundef. O juiz Hyldon Masters Cavalcante acatou a apelação do Sindicato APEOC e ordenou que 60% do recurso fosse bloqueado até o resultado final do julgamento. O vice-presidente do Sindicato APEOC, Reginaldo Pinheiro, esteve no Fórum da cidade na tarde desta quinta-feira (25), acompanhando o processo.

A decisão do juiz bloqueia 60% do precatório, afim de preservar a aplicação do Fundef na valorização dos profissionais da Educação. O vice-presidente Reginaldo Pinheiro, acompanhado do o advogado da banca responsável pela ação do Fundef, Davi Sucupira, estiveram no Banco do Brasil, onde se encontra o recurso, para o devido bloqueio. O resultado favorável mostra a força da tese defendida pelo Sindicato APEOC que hoje se espalha por todo o Brasil: 60% dos precatórios do Fundef são para os professores.

Comissão Municipal

O vice-presidente esteve reunido com a Comissão Municipal do Sindicato APEOC em Catarina, e tirou todas as dúvidas sobre o precatório. A entidade agora luta para que o pagamento dos professores seja efetivado.
  • APEOC
  • Twitter
  • Google+
  • Gmail

Atendimento Jurídico

Reginaldo Pinheiro também prestou atendimento jurídico aos associados de Catarina.