• APEOC
  • Twitter
  • Google+
  • Gmail

O julgamento dos Precatórios do FUNDEF da Rede Estadual do Ceará já tem nova data, será no dia 21 de agosto. O pleno do Supremo irá julgar no mesmo dia, as Ações Cíveis Originárias de outros 7 estados: Minas Gerais, Amazonas, Sergipe, Bahia, Rio Grande do Norte, Maranhão e Alagoas.

Para o Ceará, estão em jogo mais de 2 bilhões de reais. A luta do Sindicato APEOC é para que o dinheiro venha integralmente para a Educação e subvinculado: 60% para valorização do Magistério e 40% para investimentos na rede de ensino e pagamento de funcionários.

O presidente Anizio Melo esclarece que essa é uma luta antiga, de 2015, quando o Sindicato APEOC já defendia que os recursos do antigo FUNDEF deveriam ser investidos na valorização da Educação e de seus profissionais.

Quanto as redes municipais, os processos continuam em andamento, com acordos em curso com as gestões municipais. Anizio Melo chama atenção para a união das entidades sindicais ligadas a Educação das regiões Norte e Nordeste. A Frente Norte/Nordeste em Defesa da Educação é uma realidade e tem lutado incessantemente não só pelos Precatórios do FUNDEF, mas pela aprovação do Novo FUNDEB e a regulamentação da Lei dos Royalties do Pré-sal.