Em jogo cerca de 1,2 bilhão de reais. Esse é o valor que pode vir para a Educação do Ceará do valor controverso do Precatório do FUNDEF. A luta é pela 4ª, 5ª e 6ª parcelas.

Nesta terça-feira (03), Professor Anízio, Presidente da APEOC/FETENE e Coordenador-geral da Frente Norte Nordeste pela Educação, o Vice-presidente da APEOC, Professor Reginaldo Pinheiro, e os Assessores Jurídicos, Dr. Italo Bezerra e Dr. Jonathan Pinheiro, protocolaram ofício junto à Procuradoria-Geral do Estado para solicitar que toda ação dentro do processo que trata dos valores controversos tenha a participação da APEOC.

O objetivo é que não aconteça no Ceará o que ocorreu com o Precatório do Rio Grande do Norte, onde professores(as) e a Educação perderam cerca de 40% do valor que deveriam receber.

“Aqui no Ceará não vai ser assim, vamos lutar por cada tostão, porque esse dinheiro é da Educação e dos(as) professores(as)”, afirmou Professor Anízio.

Professor Anízio ressaltou que a Banca de Advogados Aldairton Carvalho e Italo Bezerra estão a postos e vigilantes e que nos próximos dias irão despachar no Supremo Tribunal Federal para garantir que os recursos venham de forma integral para a Educação e os(as) professores(as) cearenses.

 

The post PRECATÓRIO DO FUNDEF OFÍCIO PGE: APEOC E FRENTE NORTE NORDESTE NA LUTA PARA GARANTIR A 4ª, 5ª E 6ª PARCELAS DO VALOR CONTROVERSO appeared first on Sindicato APEOC.